menu  
 




 
 
 
CONFERENCIAS - interna SUPER   Interno PQ - 5os
 
30 anos Abrafati
23/05/2016 - 14h24
Abrafati celebra 30 anos com significativos avanços e preparada para os desafios do futuro
A Associação Brasileira dos Fabricantes de Tintas - Abrafati chegou aos seus 30 anos com muitos avanços para celebrar. O setor de tintas que o diga, afinal, ao longo do tempo a entidade evoluiu muito e expandiu todas as suas ações em prol de toda a cadeia produtiva de tintas

A Abrafati foi fundada no dia 15 de julho de 1985 por um grupo composto pelos fabricantes de tintas: AkzoNobel (empresa que sucedeu as fundadoras Tintas Wanda, Tintas Ypiranga e Tintas Coral), Axalta Coating Systems (sucedeu as fundadoras Polidura e DuPont), Sherwin-Williams do Brasil, Chemours Titanium Technologies (sucedeu as fundadoras Polidura e DuPont), BASF (sucedeu as fundadoras Glasurit e Suvinil), PPG (sucedeu as fundadoras Tintas Renner Imobiliária, Tintas Coral Repintura e Tintas Wanda Automotiva OEM), Renner Sayerlack (sucedeu a fundadora Tintas Renner). Na época, a motivação foi dada pela busca de uma representação em nível nacional e para que pudesse se compartilhar os mesmos princípios em relação à qualidade dos produtos e serviços, combate à sonegação fiscal, estímulo à inovação tecnológica, pesquisa, sustentabilidade e disseminação de conhecimentos. A movimentação ampla entre os fabricantes de tintas logo fez com que a indústria de tintas se fortalecesse colaborando com o intuito de melhorar resultados, produtividade e atendimento aos consumidores. No entanto, os interesses foram ainda mais difundidos até se definir claramente o objetivo principal da entidade: o desenvolvimento setorial sustentável.    

Em entrevista exclusiva para a Revista Tintas & Vernizes, Dilson Ferreira, presidente-executivo da Abrafati, destaca as principais ações feitas ao longo destes 30 anos para alcançar os resultados e dar continuidade às conquistas da Associação e do setor de tintas e vernizes. Acompanhe!  

Revista Tintas & Vernizes: Para atingir os objetivos e promover o desenvolvimento setorial sustentável, basicamente, o que foi feito?

Dilson Ferreira, presidente-executivo da Abrafati: Cabe destacar que pensamos no desenvolvimento não apenas como crescimento, mas também como melhoria e atualização. E para que tenha o desenvolvimento setorial sustentável é preciso que toda a indústria de tintas progrida, portanto, não nos preocupamos apenas em desenvolver os interesses dos associados, nos sentimos representantes do setor de tintas de uma maneira ampla e boa parte dos nossos programas está aberta para participação de todos do setor. Exemplo disso é o Programa Setorial da Qualidade (PSQ) que tem participação de empresas associadas e não-associadas. De forma geral, o princípio que regeu a Abrafati esse tempo todo foi desenvolver projetos que fossem positivos para toda cadeia produtiva. Nesse sentido, foram firmados quatro pilares para nossas ações: Qualidade das Tintas, Representatividade no Setor, Sustentabilidade e Competividade. Destes temas e, em resposta às demandas da sociedade e do mercado, criamos uma série de ações que existem e são aprimoradas até hoje.  

Revista T&V: Podemos falar sobre cada um destes pilares começando pela qualidade da tintas, no qual se insere o PSQ?

Dilson Ferreira: Quanto à Qualidade, temos ações para defender a contínua melhoria das tintas no mercado brasileiro. Criamos o Programa Setorial da Qualidade (PSQ), Normas Técnicas, o comitê CB-164 (ABNT) e o Livro de Rótulos. 

O PSQ produziu um grande efeito na cadeia produtiva e satisfação dos consumidores finais, através da contínua melhoria da qualidade dos produtos com o desenvolvimento de normas técnicas de especificação de desempenho das tintas e normas técnicas de métodos de ensaios. Hoje, mais de 90% do volume de tintas é monitorado por meio de auditorias garantindo aos consumidores produtos de qualidade. O PSQ existe há 14 anos e tem tido frequente adesão dos fabricantes de tintas. Está sendo um Programa de grande contribuição para cadeia produtiva até consumidores finais. Para conseguir esse resultado, a Abrafati trabalhou junto à ABNT no desenvolvimento das normas e angariou a responsabilidade da ABNT de coordenar a atividade de normatização em todos os segmentos de tintas, não só imobiliária. Hoje, o PSQ conta com 34 participantes e monitora produtos de dezenas de outros fabricantes.   

Temos também o Livro de Rótulos que tem sido uma importante comunicação da Abrafati junto aos revendedores, especificadores e usuários de tintas imobiliárias, no qual são os fabricantes de tintas que participam do PSQ. Isso garante o desempenho dentro das normas de todas as marcas. O livro ainda propicia ao leitor/usuário informações completas sobre cada produto.   

Revista T&V: Poderia falar sobre a representatividade da Abrafati no mercado? 

Dilson Ferreira: Hoje a Abrafati tem seu corpo de associados que compreende fabricantes de tintas e fornecedores de matérias-primas de empresas pequenas, médias, grandes, tanto nacionais como multinacionais, e de todas as regiões do Brasil. Abrangemos os segmentos de tintas imobiliárias, industrial e automotivo, exceto o de tintas de impressão. Atualmente, a Abrafati possui 55 associados (32 fabricantes de tintas e 23 fornecedores de matérias-primas para tintas). A Associação está representada junto às entidades público-alvo importantes para o setor de tintas (cadeia produtiva, consumidor, governo). Trabalhamos junto com entidades como Abiquim, Associquim/Sincoquim, Anamaco e Artesp. Temos ainda profícua parceria com o Sitivesp e o Sintirj. Também trabalhamos em conjunto com associações de classe que representam setores importantes de atividades econômicas, como da construção civil, onde temos Abramat, Sinduscon-SP, CBIC. Além disso, participamos da diretoria do Deconcic – Departamento da Indústria da Construção, da Fiesp; e trabalhamos junto aos órgão do governo, principalmente Ministério da Indústria e Comércio, Ministério da Fazenda, Ministério das Cidades, Ministério do Meio Ambiente. Destaco aqui o Ministério das Cidades onde está representado nosso PSQ. Vale lembrar que também participamos ativamente de entidades internacionais como da LatinPin – Federação Latino-Americana de Tintas; e do IPPIC – International Paint & Printing Ink Council, representante do setor junto à ONU. No IPPIC são tratados assuntos técnicos de sustentabilidade e de interesse geral do setor no mundo.      

Revista T&V: No aspecto da Sustentabilidade o que o senhor destaca? 

Dilson Ferreirai: Quanto à Sustentabilidade, notamos que evoluiu a preocupação ao meio ambiente que hoje é vista de maneira mais ampla, ou seja, envolvendo pessoas, aspectos econômicos e sociais. Iniciamos ações ligadas à sustentabilidade com o Programa Coatings Care, em 2004, que conta com 39 empresas participantes. É uma importante ferramenta para que os fabricantes de tintas administrem suas atividades de atendimento ao meio ambiente, à segurança e à saúde ocupacional. Esse Programa é complementado por Seminários de Assuntos Ambientais e de Segurança, onde boas práticas são disseminadas entre os participantes. Temos ainda o Encontro de Brigadas de Emergência, assim como estudos e medidas voltados para a destinação de embalagens pós-consumo.    

Revista T&V: Esse conjunto de atividades da Abrafati trouxe benefícios à competitividade do setor? 

Dilson Ferreira: A Competitividade é outro pilar e, sem dúvida, o conjunto de ações de projetos da Abrafati que contribuiu com os resultados positivos. O ordenamento propiciado pelo PSQ, por exemplo, permitiu uma concorrência com oferta de produtos em um nível mais alto de qualidade. E a consequente melhoria da imagem do setor de tintas junto ao mercado consumidor, fez com que a concorrência das tintas com outras opções de compra dos consumidores passasse a ter preferência. Além disso, temos, uma vez por ano, o Fórum Abrafati, ocasião em que fornecedores, fabricantes, distribuidores e mercados consumidores se reúnem para analisar os resultados e projetar para o próximo ano as perspectivas, em função da percepção conjunta das tendências e influências tecnológicas.       

Revista T&V: Quais foram os primeiros programas/ações da Abrafati? 

Dilson Ferreira: Em 1987 criamos o Prêmio Abrafati com a finalidade de promover o desenvolvimento tecnológico, através de trabalhos inovadores feitos pelas academias e indústria de tintas. Hoje, o Prêmio está na 17ª edição. 

Em 1988 surgiu o Curso de Tintas que registra até o momento 649 alunos diplomados e está na 27ª turma. Em 1989 foi criado o Congresso e Exposição da Abrafati. Esse evento surgiu modestamente, porém, ganhou grande dimensão a ponto de se tornar um dos três mais importantes eventos de tintas do mundo. Para se ter uma ideia, de 33 expositores da 1ª edição saltamos para 242 em 2015. A 1ª edição teve 800 visitantes e, em 2015, foram registrados 12.600. 

Revista T&V: Quais são suas considerações finais? 

Dilson Ferreira, presidente-executivo da Abrafati: Para concluir, os objetivos de 30 anos atrás foram plenamente alcançados e hoje representam a sólida base em que o setor se encontra, ou seja, preparado para os desafios dos anos futuros. 

Imprimir esta notícia.
Indique para um amigo.
 
Fórum Abrafati aponta possibilidades de crescimento moderado em 2019
Apresentações, debates e pesquisa divulgada no evento contribuíram com a ampliação de conhecimento e informações para tomadas de
Abrafati comemora 33 anos e apresenta sua nova marca
Dentro do seu processo de renovação e redirecionamento estratégico apresenta a sua nova marca
Jantar da Abrafati marca a união da indústria de tintas
Além da confraternização do setor de tintas, o evento prestou homenagens e revelou os vencedores do 18º Prêmio Abrafati de Ciência em
Formas de agregar valor às tintas foi o destaque da Abrafati 2017
Fornecedores globais e locais reunidos na maior exposição do setor de tintas da América Latina, e uma programação técnico-científicas
Abrafati tem nova estrutura interna e se prepara para realizar grande evento
A Associação Brasileira dos Fabricantes de Tintas conta com novo presidente-executivo, e novidades na 15ª edição do Congresso
Lançada a edição 2017 do Prêmio Abrafati
Em 2017, o Prêmio Abrafati de Ciência em Tintas terá a sua 18a edição, mantendo o objetivo para o qual foi criado: incentivar a
Curso de Tecnologia em Tintas da Abrafati abre inscrições
Aulas teóricas e práticas proporcionam formação e reciclagem de conhecimentos em prazo curto
11º Fórum Abrafati aponta retomada do mercado de tintas
Com análise econômica e política, evento mostra expectativa positiva da indústria para 2017
Abrafati celebra 30 anos com significativos avanços e preparada para os desafios do
A Associação Brasileira dos Fabricantes de Tintas - Abrafati chegou aos seus 30 anos com muitos avanços para celebrar. O setor de
Abrafati celebra seus 30 anos de atuação
A entidade, por meio de suas primeiras motivações e princípios, destaca os avanços obtidos ao longo destes anos ao atuar sempre em prol
10º Fórum Abrafati retrata a atual crise econômica do Brasil
Evento apontou queda nas vendas este ano e estagnação em 2016, além de traçar os desafios e oportunidades para o mercado de tintas
 
   
 

 

Adicione aos favoritos    |    Anuncie   |   Central de Notícias   |   Sindicatos   |   Feiras   |   Fale Conosco   |   Indique este site
© 1997-2014 - INFOTINTAS - O melhor portal de tintas do Brasil. Todos os direitos reservados